100
X Fale connosco!
Deixe o seu testemunho!
X Fale connosco!
Fale connosco!
X Fale connosco!
Fale connosco!
Homepage Saber mais Medição Energética

Poupar dinheiro com medição e qualidade energética

Com o aumento da qualidade energética são esperadas reduções significativas na fatura energética.

Produtividade é a chave de sobrevivência no ambiente globalmente competitivo. Se pensar nos investimentos básicos da produção — tempo, mão-de-obra e materiais — pode constatar que não existe muita margem para otimização. Dispõe de 24 horas por dia, a mão-de-obra é dispendiosa e as opções em materiais não são muitas.

Reduzir a fatura energética
Por este motivo, todas as empresas precisam da automação para obter um maior rendimento dos mesmos investimentos, caso contrário não sobrevivem. Portanto, dependemos da automação, que, por sua vez, depende de energia limpa.

Problemas de qualidade de energia podem provocar o mau funcionamento ou a paragem de processos e equipamento. As consequências podem variar entre custos energéticos excessivos e a interrupção completa do trabalho. Não há dúvida, a qualidade da energia é fundamental.

A interdependência de vários sistemas aumenta a complexidade dos problemas de qualidade de energia. Os seus computadores funcionam bem, mas a rede está em baixo e, portanto, ninguém consegue reservar um voo ou preencher um relatório de despesas. O processo decorre corretamente, mas o sistema AVAC desligou-se e a produção tem de parar. Existem sistemas de importância vital nas instalações e na empresa — os problemas de qualidade de energia podem paralisar qualquer um deles a qualquer momento. E isso costuma acontecer no pior momento possível.
Qual a origem dos problemas relacionados com a qualidade de energia? A maioria tem origem dentro das instalações. Podem derivar de problemas de:

poupar dinheiro medicao qualidade energetica
  • Instalação — ligação incorreta à terra, encaminhamento incorreto ou distribuição subdimensionada. 
  • Utilização — equipamento utilizado fora dos parâmetros para os quais foi concebido. 
  • Atenuação — blindagem incorreta ou falta de correção do fator de potência.
  • Manutenção — isolamento dos cabos ou ligações à terra deteriorados.

Mesmo um equipamento com uma instalação e manutenção ideais em instalações ideais pode provocar problemas de qualidade de energia com o passar do tempo.

Pode medir diretamente as perdas provocadas por uma fraca qualidade de energia com analisadores portáteis de
energia (PQ-Box 150 da A-Eberle por exemplo) que medem diretamente as perdas provocadas por harmónicos e desequilíbrios, e quantificam os custos destas perdas com base no custo unitário de energia da rede eléctrica.

Os problemas de qualidade de energia também podem ter origem fora das instalações. Vivemos com a ameaça de cortes de energia, descidas de tensão e picos de energia.
Obviamente, tudo isto tem um custo. Como quantificá-lo?


Poupar dinheiro com qualidade de energia


Já apurou os custos da fraca qualidade de energia. Agora, precisa de saber como eliminá-los. Os seguintes passos podem ajudá-lo.
Reduzir a fatura energética
  • Analise o design. Determine a melhor forma de apoiar os seus processos e qual a infraestrutura necessária para evitar falhas. Verifique a capacidade do circuito antes de instalar equipamento novo. Volte a verificar o equipamento crítico após as alterações de configuração.
  • Cumpra as normas. Por exemplo, verifique se o seu sistema de ligação à terra está em conformidade com a norma IEEE142. Verifique se o seu sistema de distribuição de energia está em conformidade com a norma IEEE-141.
  • Analise a proteção de energia. Isto inclui proteção contra raios, varístores e protetores de sobretensões. Estão devidamente especificados e instalados?
  • Obtenha dados de teste básicos de todas as cargas. Isto é fundamental para a manutenção preventiva e permite detetar problemas emergentes.
  • Examine a atenuação. A atenuação dos problemas de qualidade de energia inclui corrigir (p.ex. reparação da ligação à terra) e lidar com eles (p.ex.: transformadores classe K). Considere o condicionamento de energia e a energia de reserva.
  • Reveja as práticas de manutenção. Está a fazer testes e a acompanhá-los com ações corretivas? Efetue estudos periódicos em momentos críticos — por exemplo, verifique a tensão do neutro à terra e a corrente de terra em alimentadores e circuitos de ramais críticos. Efetue estudos de infravermelhos do equipamento de distribuição. Determine as causas principais das falhas para saber como prevenir a sua repetição.
  • Recorre a monotorização. Consegue ver as distorções de tensão antes que estas sobreaqueçam os motores? Consegue detetar fenómenos transitórios? Se não possui monitorização de energia, provavelmente não se aperceberá quando surgir um problema — mas vai aperceber-se do período de inatividade provocado por este.

Neste ponto, precisa de determinar os custos de prevenção e de reparação — e compará-los aos custos de uma fraca qualidade de energia. Esta comparação permitir-lhe-á justificar o investimento necessário para resolver os problemas de qualidade de energia. Uma vez que este esforço deve ser contínuo, utilize as ferramentas adequadas para que possa efetuar os seus próprios testes de qualidade de energia e monitorizar em vez de subcontratar. Hoje em dia é surpreendentemente acessível — e os custos são sempre inferiores aos dos períodos de inatividade.
poupar dinheiro com qualidade energética

Fale connosco!

Tem alguma necessidade ou precisa de algum tipo de ajuda, suporte ou esclarecimento?

Entre em contacto connosco. Com base no nosso conhecimento e experiência, estamos certos que conseguiremos ajudá-lo nas suas necessidades e sugerir as respostas mais eficientes.

Guillaume Cepa

Dep. Energia
+351 963 651 003

Bruno Barbosa

Dir. Comercial
+351 963 651 007

Ricardo Jesus

Dir. Técnico
+351 253 818 850
Continuar a navegar no nosso website implica a aceitação da nossa Política de Cookies - Saiba mais aqui